Início

O ciclista, de 14 anos, passou 10 dias competindo no Paraná na categoria infanto-juvenil
Data: 07/09/2016 - 14:51:02

Foto: Divulgação
O campista Kayllan Machado voltou do Campeonato Brasileiro de Ciclismo com cinco medalhas na bagagem. O ciclista, de 14 anos, passou 10 dias competindo em Maringá, no Paraná, e superou as próprias expectativas, ao conquistar bons resultados na categoria infanto-juvenil.

Leia mais: Atleta de Campos conquista cinco medalhas no Brasileiro de Ciclismo

1 SET, 2016     Péricles  
Faltando menos de um mês para o grande dia do Desafio OGGI Alto Paraguaçu de MTB 2016, as inscrições já se encerraram com recorde de inscritos e com toda estrutura do evento já programada para a grande festa do MTB baiano que vai agitar mais uma vez a Chapada Diamantina e toda a Bahia.

Sim, toda a Bahia, porque além dos atletas locais, tem pilotos de diversas cidades do estado que irão enfrentar o desafio das belas trilhas da Chapada. Porém, para alguns, o desafio já começou mesmo antes de sair de casa e vai durar todo o caminho até Mucugê.

Foto: Arquivo Pessoal
Estamos falando do Luis Pedreira e Cris Fraga de Porto Seguro, sul da Bahia. Os atletas achando que pedalar na Chapada não era o bastante, decidiram planejar uma ciclo viagem de Porto Seguro até Mucugê. São 616km de muita estrada e montanhas, para ainda chegar à Chapada e competir o Desafio Alto Paraguaçu.

Eles planejam pedalar em média 7 horas por dia, para além de curtir o pedal, poderem desfrutar de cada parada e ainda chegar na Chapada com gás para superar o desafio.

Lauro Chaman, Soelito Gorh, Márcia Fanhani e Jady Malavasi serão os representantes do Brasil nos Jogos Paralimpicos do Rio de Janeiro.
Por Imprensa FPC
Notícias / São Paulo
A equipe Memorial / Santos terá três atletas disputando a Paralimpíada 2016. Lauro Chaman e Soelito Gohr, da categoria C5, e Márcia Fanhani, da Tandem (deficiente visual), que tem Mariane Ferreira como piloto.

Márcia e Mariane (Crédito: Daniel Zappe/MPIX/CPB)

Os atletas estão concentrados em Indaiatuba, no interior paulista, e seguem para o Rio de Janeiro na próxima segunda-feira.

Eles buscam uma medalha inédita na modalidade. O melhor resultado do Brasil em Paralimpíadas foi o de João Schwindt, que ficou em quarto lugar em Londres 2012. O atleta faleceu naquele ano.

Leia mais: Ciclistas da Memorial / Santos buscam medalha inédita na Paralimpíada 2016