|
Escrito por pedal.com.br
Acessos: 114

Foram 34 medalhas de ouro e muitos pontos somados no ranking mundial

São Paulo recebeu o Circuito Pan-Americano de Paraciclismo neste final de semana, a competição, reuniu provas de contrarrelógio individual e resistência e distribuiu 126 medalhas durante os dois dias de evento.
Os primeiros dez colocados de cada categorias na classificação geral marcaram pontos no Ranking Mundial da modalidade.A delegação brasileira encerrou sua participação conquistando 89 medalhas, sendo 34 ouros, 31 pratas e 24 bronzes. O resultado, bastante positivo, é fruto do trabalho que vem sendo realizado através das ações da Confederação Brasileira de Ciclismo e Comitê Paralímpico Brasileiro.

Foto 72369
Foto - Wesley Kestrel/CBC


O coordenador do Paraciclismo na CBC, Edilson Alves “Tubiba”, conclui que essa é uma troca muito importante, e que possibilita aproximar o Brasil de outras nações e a chance de nossos paratletas vivenciarem uma experiência única.Com duas medalhas de ouro na categoria MC5, Lauro Chaman, um dos principais paratletas da atualidade, comentou a importância da competição para contribuir com o nível do paraciclismo brasileiro no cenário internacional."Poder competir provas do Ranking Mundial em casa é muito satisfatório. O apoio da torcida é um incentivo que faz toda a diferença.

Estou feliz por estar me sentindo bem, conseguindo resultados importantes na véspera da convocação para o Pan de Lima, então só tenho a agradecer a todos pelo apoio e principalmente a CBC e o CPB pela organização do evento”, comentou Lauro.

Foto 72370
Foto - Lauro Chaman um dos destaques da prova   Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB

Percurso e atletas em destaque

Neste domingo, 16, os competidores não economizaram energia para superar os longos percursos que chegaram a ter mais de 70km em algumas categorias. A MC5 foi uma das categorias mais disputadas. A medalha de ouro ficou com Lauro Chaman, da Memorial/Santos, seguido por Soelito Gohr, que representa a Secretaria de Esportes de Indaiatuba, e Johnatan Mineiro dos Santos, segundo e terceiro colocados, nesta ordem.No Tandem, o destaque brasileiro veio com a dupla formada por Márcia Fanhani e Cristiane Silva (Piloto), da Memorial/Santos, que conquistaram a medalha de ouro após percorrerem 65km com o tempo de 1h45min44s.A medalha de prata ficou com Ádria Rocha dos Santos e Kelly Cristina (Piloto), do APGF/São José/Avaí F.C, enquanto o bronze foi para Gilce Cristina e Lorena Oliveira, da União Metropolitana Paradesportiva de Maringá.Entre as Handbikes, Eduardo Ramos Pimenta (Time Para Capital), da MH3, e Fernando Aranha (Clube de Ciclismo de São José dos Campos), da MH4, mantiveram a hegemonia brasileira e também garantiram a medalha de ouro.

Classificação completa

Prova de Resistência - Resultados
Prova de Contrarrelógio - Resultados
Classificação geral (CRI+Resistência) - Resultados